28/07/2014

O Brasil fechou junho de 2014 com 23,22 milhões de assinantes de banda larga fixa, 199 mil a mais que no mês anterior. O resultado sugere uma densidade de acessos de 35,53 por 100 domicílios, porém essa proporção cai 14,15 e 15,75 nas regiões Norte e Nordeste, respectivamente. Na região Sudeste, sobe para 49,49 por 100 domicílios na região Sudeste; 40,24, na região Sul e 35,68 no Centro-Oeste.

De acordo com os dados divulgados pela Anatel nesta segunda-feira (28), os acessos por meio da rede das telefônicas (xDSL) continuam dominando, com 13,31 milhões de assinantes, mas com queda em relação ao resultado do mês de maio, quando eram 13,37 milhões. Já as conexões via cable modem, subiram de 6,9 milhões para 7 milhões entre maio e junho. Tiveram alta também os acessos por rádio, de 1,16 milhão para 1,19 milhão. A banda larga por fibra óptica fechou o semestre com 798 mil assinantes. O maior crescimento do período, embora a base seja ainda pequena. Em janeiro eram 699 mil usuários de fibra óptica, aumento de 14%.

No semeste o crescimento da base de cable modem foi de 5% passou de 6,7 milhões para 7,08 milhões de clientes no primeiro semestre e o de ADSL, ainda a maior base, cresceu apenas 1,9% no período.

Market Share

O grupo Telmex (NET/Claro/Embratel) continua na liderança com 7 milhões de assinantes, ante 6,9 milhões do mês anterior e 30,33%. A Oi perdeu clientes, mas mantém-se no segundo lugar, caindo de 6,58 milhões para 6,56 milhões, ficando com 28,28% de participação no mercado. A Telefônica, em terceiro lugar, também apresentou ligeira redução de market share, de 18,88% para 18,81% entre maio e junho. Enquanto a GVT avançou de 11,80% para 11,89% no período. Pequenos provedores, que ocupam a quinta colocação, avançaram de 7,28% para 7,46%, com 1,7 milhão de clientes.

Fonte: TeleSíntese