15/10/2014

Sem citar o nome da Net, o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, disse hoje que um único operador tem 69% do mercado de banda larga fixa, com velocidade de 2 a 12 Mbps e que a nova empresa, que surge com a aquisição da GVT, mudará esse cenário.

“É bom que a gente consiga ter uma empresa com atuação nacional para ter participações mais equilibras. Quem ganha é a sociedade brasileira”, afirmou, em entrevista a jornalistas, após sua apresentação na Futurecom, em São Paulo.

Com a união das duas empresas, destacou, a GVT terá robustez e a mobilidade, o que fará toda a diferença. “Nossa alternativa é ser um competidor forte”, disse. “O que estamos propondo é ter um mercado mais dinâmico, e não tirar o mérito de quem já fez uma coisa boa”, ressaltou.

Investimentos

Valente destacou que, no início do governo Dilma Rousseff, a Telefônica anunciou investimentos de R$ 24 bilhões no país, em quatro anos, e que poderá chegar ao final de 2014 com um valor superior, de R$ 35,6 bilhões (que inclui aquisição da GVT).

Fonte: Fatima Fonseca - Telesíntese