01/10/2014

A Linux Foundation anunciou ontem (30) o início de um projeto para criar uma plataforma aberta de virtualização de funções de rede (NFV, na sigla em ingês). A iniciativa, batizada de Open Platform for NFV, tem o apoio de grandes empresas de tecnologia e operadoras de telecomunicações.

A proposta da iniciativa é desenvolver uma plataforma, de código aberto, que possa ser usada em redes de transporte em todo o mundo. O objetivo é acelerar o desenvolvimento de novos produtos e serviços baseados em NFV.

Os maiores financiadores do projeto são AT&T, Brocade, China Mobile, Cisco, Dell, Ericsson, HP, Huawei, IBM, Intel, Juniper Networks, NEC, Nokia Networks, NTT DOCOMO, Red Hat, Telecom Italia e Vodafone. Também participam 6WIND, Alcatel-Lucent, ARM, Broadcom, CableLabs, Cavium, CenturyLink, Ciena, Citrix, ClearPath Networks, ConteXtream, Coriant, Cyan, Dorado Software, Ixia, Metaswitch Networks, Mirantis, Orange, Sandvine, Sprint e Wind River.

“A OPNFV reunirá provedores, fornecedores de nuvem e infra-estrutura, desenvolvedores e usuários para definir um novo tipo de plataforma de referência para a indústria, integrando blocos de construção de código aberto existente com novos componentes e testes para acelerar o desenvolvimento e implantação de NFV”, diz, em nota, Jim Zemlin, diretor da Linux Foundation. Os códigos criados serão regidos pela licença Apache 2.0.

Fonte: Telesíntese