12/09/2014

O Ministério das Comunicações criou um grupo de trabalho para aprimorar a política nacional de recondicionamento de computadores, atendida pelo, entre outras ações, Projeto Computadores para Inclusão. O novo foco da regulamentação é incluir a conscientização ambiental sobre resíduos eletrônicos.

O GT deverá instituir regras para a formação de jovens nas tecnologias da informação e comunicação e no tema de educação ambiental, em especial por meio da atividade de recondicionamento de computadores oriundos da política de desfazimento da administração pública federal, levando em conta o que determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Entre as atribuições do grupo está a de propor iniciativas ambientalmente corretas de manejo, descarte ou aproveitamento dos equipamentos de informática e resíduos eletroeletrônicos pelo governo.

O grupo também deverá prever projeto pedagógico que proporcione oportunidades de formação educacional, profissional e cidadã para jovens de baixa renda e oportunidades de ressocialização de jovens em situação de vulnerabilidade social, por meio da atividade de recondicionamento de computadores e de acesso às tecnologias da informação e comunicação. O prazo para concluir as tarefas é de 180 dias.

Fonte: Telesíntese